Atividade > Encontros > CSW61| Testemunho da "girl" Mónica
Encontros


CSW61| Testemunho da "girl" Mónica
03 de Abril de 2017 >
" You do it like a girl", sim, porque sou rapariga! E isso não significa que faço menos ou pior que um rapaz. Nestas 2 semanas fiquei com ainda mais noção do poder, da força, da inteligência e do significado que é ser rapariga! No CSW ouvem-se vozes de raparigas de 14 anos que têm uma maturidade e uma consciência das coisas incrível e inspiradora. Nesta experiência percebi que não estou sozinha e que não é uma luta só minha e que juntos podemos de facto fazer a diferença. Todo este sentimento de união, de solidariedade e de respeito umas com as outras, é só disto que precisamos, de enquanto raparigas, jovens mulheres e adultas dar as mãos, deixarmos de competir e passarmos a caminhar lado a lado empoderando-nos umas às outras, apoiando-nos umas nas outras porque o objectivo é o mesmo, termos os mesmos direitos e as mesmas oportunidades. Tudo o que queremos é sermos vistas como seres humanos, termos lugar nas posições de decisão, termos voz e sermos ouvidas porque o que se discute na ONU são os nossos direitos, e quem melhor que uma mulher e quem melhor que a própria rapariga para discutir sobre isto? E por isso escolhi esta foto tirada lado a lado com a minha parceira de viagem e lado a lado com esta estátua inaugurada ao ano passado no dia Internacional da Rapariga, está situada na Wall Street e está de frente para a tão famosa estátua do touro, com o simbolismo de o enfrentar sem medo. Porque é disso que precisamos, de um mundo onde possamos andar na rua sem medo! Sinto-me mais do que agradecida pela oportunidade que me deram em embarcar nesta aventura e despeço-me dela com muita satisfação e orgulho de todo o trabalho que vi ser realizado à minha volta. Nunca se esqueçam:  "Investe numa rapariga e ela fará o resto".

Mónica