Entrada
60 anos do Graal em PortugalII ação de sensibilização do NAMORArte
30 de Junho de 2017

          Com as mulheres,

          todas,

          naquela dança que não terá fim ..

(Teresa Santa Clara, Arquivo Graal, 1981).

O Graal chegou a Portugal em 1957 com Maria de Lourdes Pintasilgo (1930-2004) e Teresa Santa Clara Gomes (1936 -1996). Foi fundado na Holanda em 1921, num contexto de um certo clima de feminismo e de novas oportunidades de participação na vida pública para as mulheres, país onde conseguiram em 1909 o direito de voto e de ser eleitas para o parlamento. O Graal internacionalizou-se a partir dos anos 30, espalhou-se pelos cinco continentes, cresceu em diversidade e em experiência multicultural e está atualmente reconhecido em 17 países.

Festa dos 60 anos do Graal em Portugal será celebrada no dia 16 de Julho próximo, no contexto da Assembleia Internacional do Graal que se realiza em Fátima.          (...) 

 


07 de Abril de 2017

Realizou-se, nos dias 29 e 30 de junho, a segunda ação de sensibilização do projeto NAMORArte, reunindo um grupo de 22 jovens da Chamusca, Golegã, Montargil e Ponte de Sor, que se empenham na sensibilização dos seus pares para o problema da violência no namoro e da discriminação com base no sexo.

Houve, nesta ação, espaço para a partilha e avaliação das diferentes iniciativas desenvolvidas pelo grupo nas diferentes localidades de onde provêm e que envolveram já algumas centenas de jovens.

Ao longo destes dois dias, através de diferentes dinâmicas propostas, aprofundou-se a discussão sobre as consequências da violência do namoro, questionaram-se conceções do amor romântico, bem como atitudes e discursos que legitimam e desculpabilizam comportamentos de abuso nas relações de intimidade.

(...)

Uma cultura do cuidado

"(…) temos o conhecimento de muitos dos meios necessários (tecnologia, opções políticas, recursos financeiros), mas não temos nem o empenhamento nem a força de vontade para agir. (...) Precisamos de uma ética envolvente de cuidado pelos nossos companheiros de humanidade e pela nossa casa comum, a Terra."

In "Cuidar o Futuro, um Programa Radical para Viver Melhor", Relatório da Comissão Independente População e Qualidade de Vida, Trinova Editora, Lisboa, 1998